CARNES VERMELHAS AUMENTAM O RISCO DE DIABETE TIPO 2

Carnes brancas e grãos integrais reduzem o risco de diabete tipo 2. O que já vem sendo falado aos quatro ventos, seja pelos médicos ou pelos meios de comunicação, agora recebe o respaldo de pesquisadores da Universidade de Harvard, em Boston, nos Estados Unidos. De acordo com o estudo, quem consome 100 g de carne vermelha diariamente, tem risco 19% maior de ter a doença, em comparação com quem consome menos.

Mas o alerta não para no bife. Os amantes de salame e mortadela terão que começar a repensar seus hábitos. De acordo com o estudo que vem sendo realizado desde a década de 70, 50 g, o que equivale a uma salsicha, podem aumentar em 51% o risco de diabetes. Foi constatado que quem come mais carne vermelha que a branca tem uma probabilidade muito maior de virar fumante, sedentário e, claro, sofrer com sobrepeso.

De acordo com especialistas, o “ferro-heme”, presente nas carnes vermelhas, causa danos às células beta do pâncreas, que produzem a insulina.

 

Saiba o que é a diabete tipo 2

O tipo 2 (não insulino-dependente) atinge entre 80% e 90% dos diabéticos e ocorre na grande maioria dos casos entre os adultos. Neste tipo de diabetes a produção de insulina pelo pâncreas é normal, mas os tecidos do corpo se tornam resistentes à ação da insulina, impedindo a absorção da glicose pelo organismo, elevando, assim, a taxa de açúcar na corrente sanguínea.

 

Alimentação saudável melhora rendimento no trabalho

Refeições balanceadas ajudam a diminuir o cansaço e aumentar a disposição no trabalho. Melhor produtividade, menos acidentes de trabalho, menor índice de atestados médicos e boa saúde. Esses são os benefícios para os trabalhadores que se alimentam de forma correta e saudável. Os trabalhadores que se alimentam mal, ou de forma apressada, podem ter problemas como obesidade e hipertensão.

Marmitas

O trabalhador deve estar atento à durabilidade dos alimentos levados de casa para o local de trabalho. A marmita deve ser preparada no começo da manhã, para minimizar a proliferação de bactérias. De acordo com nutricionistas é melhor optar por pratos bem coloridos e evitar alimentos que possam estragar rápido como, por exemplo, os molhos.

Alimentos indispensáveis

Segundo especialistas, é importante ingerir alimentos a cada três horas. Podem ser frutas, barras de cereais ou alimentos mais leves. No almoço, é recomendável mesclar carboidratos e proteínas para conseguir uma alimentação saudável. “O arroz, o feijão e a salada não podem faltar. Eles se completam”, afirmam.

Nutri & Service - Rodovia Ap 20 - Km 9, nº1870 entre linha 'B' e 'C', Marabaixo II Macapá - AP
Desenvolvido por: Kolt Comunicação e Publick Macapá | © 2012 Nutri&Service Alimentos
-->